MAB INAUGURA A EXPOSIÇÃO, UMA VISITA AOS SÉCS. XIX E XX

No dia 22, às 19h, o Museu de Arte da Bahia inaugura a exposição da premiada artista das galerias do mundo e dos editoriais de grandes Revistas, Judite Pimentel. O nome da mostra “L’Amour Fou!” é referência à força dos seus trabalhos onde se insinuam a loucura, a crueldade e o amor vistos na forma de arte que emana do dom da artista de brincar com o imaginário.
A abertura do evento contará com a apresentação do guitarrista Eric Assmar e fica aberta ao público até o dia 8 de janeiro de 2020. Entrada gratuita.
Nessa mostra é gigantesco o repertório de imagens que remetem ao final do séc. XIX e princípio do XX. São ao todo 36 pinturas, 10 peças de instalação e um Vídeo, que a artista selecionou em três séries: “Mania de Explicação”, inspirada em livro de Adriana Falcão; “Velha Infância”, com a representação de bonecas antigas de louça e “Retratos”. É o gênio criativo de Judite Pimentel que transita entre o linear e o pictórico, numa variedade de elementos e recursos, como traços e cores, impressões, grafismos, colagens, bordados e transparências que exploram a superfície da sua tela virgem.
No olhar de Pedro Arcanjo, diretor do MAB, “a visceralidade da pintura de Judite Pimentel evidencia a vitalidade da expressão pictórica em nossos dias. Seus corpos, como os corpos de Sandro Boticelli, não estão interessados nos rigores anatômicos. Ela conversa muito demoradamente, também, com Ticiano, sobretudo na obra Bacanal onde segundo H. W. Janson, as figuras são idealizadas para além da realidade cotidiana. E finaliza: a elegância das rendas e ligas em Judite sugerem que a artista, no tecido delicado do seu ser, roça a pele de Frida Kahlo com espinhos e com flores.Trata-se de uma artista que no desenvolvimento do seu processo criativo dialoga com a pluralidade estética.”
Judite Pimentel é baiana de Feira de Santana, estudou na Escola de Belas Artes da UFBA e fez filosofia no Parque Lage, na Aliança Francesa, literatura e fotografia na França. Ela apresentou seus trabalhos em muitas exposições solo e outras coletivas, desenvolveu também pesquisas com pintura, jóias e texturas, trabalhando paralelo em jornais e revistas de moda, coreografando e ilustrando artigos de arte, escrevendo ensaios literários de ficção e crônicas sobre coleções de museus e centros culturais.
Para Judite Pimentel “a pintura nunca foi uma escolha. Ela se deu. Se algum pintor me causou dúvidas, eu diria que foram os grandes pintores, por saber que seria um caminho difícil demais, mas nunca consegui recuar. E concluiu: a alma humana sempre me intrigou”.
O Museu de Arte da Bahia é vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural – IPAC – orgão da SecultBa.

FONTES:
Judite Pimentel 79- 991648294
Pedro Arcanjo 75-999824800
Ascom MAB: susanaserravalle@gmail.com
71 988885038 // 71 31176901

SERVIÇO
O QUE: Exposição de Judite Pimentel “L’Amour Fou!”
QUANDO: abertura dia 22.11, às 19h, Visitação até 08 de janeiro de 2020
ONDE: Museu de Arte da Bahia (Salão Principal) Corredor da Vitória 2340
Entrada gratuita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *