Lançamento da HQ O Bicho que Chegou a Feira

No dia 21 de novembro de 2019, às 19h, ocorre o lançamento da HQ O Bicho que Chegou a Feira, na Biblioteca do Goethe-Institut (ICBA). O evento contará com a presença de outros sete autores, todos vencedores do Ano 2 do Prêmio Literário João Ubaldo Ribeiro – Prefeitura de Salvador.

De autoria do roteirista baiano Marcelo Lima, a HQ “O Bicho que Chegou a Feira” adapta o romance homônimo do escritor e professor Muniz Sodré, imortal da Academia de Letras da Bahia. O álbum conta com arte dos desenhistas Allan Alex, Alex Genaro, Eduardo Schloesser, Hugo Canuto e Naara Nascimento, com diagramação e letras de Bruno Marcello.

A trama de O Bicho que Chegou a Feira ocorre nos anos 1960, durante a Ditadura Militar, e se desenrola na cidade de Feira de Santana. Antão das Neves, protagonista da narrativa, é um homem negro de classe média, pouco interessado nos conturbados idos políticos do ano de 1964. Isso muda quando o comandante da repressão militar de Feira de Santana, o Capelão, cruza seu caminho e dos seus amigos e passa a vigiá-los. A partir daí, Antão das Neves busca em suas raízes ancestrais respostas para quem é aquele homem e o que está acontecendo em sua cidade. 

O livro em quadrinhos possui 140 páginas foi produzido entre 2015 e 2017, com apoio financeiro do Governo do Estado, através da Fundação Cultural, Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. A publicação é decorrente da premiação no Ano 2 do Selo Literário João Ubaldo Ribeiro, da Prefeitura de Salvador. A obra é o quarto livro lançado pelo autor Marcelo Lima, que publicou as HQs O Quarto ao Lado e Lucas da Vila de Sant’Anna da Feira, ambas indicadas ao HQ Mix. Marcelo Lima também é roteirista de séries animadas como Auts (TVE/TV Cultura), Pequenos Narradores (TV Aratu) e Galera da Praia (Tamar/Canal ZooMoo).

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) 
– Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Cultural e Editais Setoriais.

 
SERVIÇO

Lançamento da HQ O Bicho que Chegou a Feira
Quando: 21 de Novembro de 2019, às 19h
Onde: ICBA – Biblioteca do Goethe-Institut

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *