PROGRAMAÇÃO COMPLEXO TEATRO CASTRO ALVES – MARÇO 2020

PROGRAMAÇÃO COMPLEXO TEATRO CASTRO ALVES – MARÇO 2020
(sujeita a alterações)

Ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Castro Alves, nos SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista e nos canais da Ingresso Rápido – aplicativo e site.
ACESSE PÁGINA DE VENDAS: https://site.ingressorapido.com.br/tca

SALA PRINCIPAL DO TEATRO CASTRO ALVES

DIAS 5 e 6 (qui e sex), às 20h
DIAS 7 e 8 (sáb e dom), às 16h e 20h
TEATRO: “A COR PÚRPURA – O MUSICAL”
Com 17 atores, 8 músicos, 90 figurinos, um palco giratório de 6 metros de diâmetro e uma escada curva com sistema de travelling em volta do cenário, o espetáculo “A Cor Púrpura” é, segundo o diretor e idealizador Tadeu Aguiar, “um grande grito de liberdade”. Alice Walker foi a primeira escritora negra a ganhar o Pulitzer pelo seu livro “A Cor Púrpura” (1982), que continua contemporâneo ao abordar relações humanas, de amor, poder e ódio, num mundo pontuado por estruturais diferenças econômicas, sociais, étnicas e de gênero. Com direção de Steven Spielberg, a obra foi adaptada para o cinema em 1985, recebendo 11 indicações ao Oscar. A transposição para musical ocorreu em 2005, na Broadway. A montagem brasileira apresenta a trajetória e luta de Celie (Letícia Soares) contra as adversidades impostas pela vida a uma mulher negra, na Geórgia, no decorrer da primeira metade do século XX. Na adolescência, a personagem tem dois filhos de seu suposto pai (Jorge Maya), que a oferece a um fazendeiro local para criar seus herdeiros. A direção musical é de Tony Lucchesi.
Quanto: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia), das filas A a P | R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia), das filas Q a Z6 | R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), das filas Z7 a Z11
Descontos sobre a inteira: 40% para assinantes A Tarde, clientes Hammer e clientes Shopping da Bahia
Classificação indicativa: 12 anos

DIA 11, às 20h
MÚSICA: ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA – “VIAGEM SINFÔNICA ESPECIAL”
Uma semana antes de iniciar a Temporada 2020 de concertos, a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) vai proporcionar aos associados da Associação Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA), aos assinantes da Série Jorge Amado, à imprensa e formadores de opinião uma “Viagem Sinfônica”, que consiste em uma vivência guiada pelo maestro Carlos Prazeres que, nesta edição, apresentará destaques do que virá por aí no que diz respeito aos programas dos concertos ao longo do ano. De maneira despojada e didática, o regente e diretor artístico da Sinfônica da Bahia falará de aspectos históricos e musicais das obras, mostrando alguns trechos e contando. A Viagem Sinfônica será no formato “OSBA em Casa”, em cima do palco da Sala Principal do Teatro Castro Alves. A noite conta ainda com uma breve apresentação de um Quarteto de Cordas formado por músicos da orquestra.
Quanto: Evento fechado para convidados

DIA 12, às 20h
MÚSICA: NEOJIBA – CONCERTO DE ABERTURA DA SÉRIE “BEETHOVEN 250”
A série “BEETHOVEN 250” será promovida pelo NEOJIBA em homenagem aos 250 anos de nascimento do genial compositor Ludwig Van Beethoven. A primeira apresentação terá a Orquestra NEOJIBA regida pelo maestro italiano Edoardo Rosadini e Ricardo Castro como solista ao piano. Eles irão tocar uma das obras mais famosas do compositor alemão, a “Quinta Sinfonia”. Antes, abrindo a noite, os músicos apresentam o Concerto Nº 5 para piano e orquestra “Imperador”.
Quanto: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), das filas A a B | R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), fila C | R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia), das filas D a H | R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia), das filas I a P | R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), das filas Q a V | R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), das filas Z a Z11
Classificação indicativa: Livre

DIA 14, às 21h + DIA 15, às 20h
TEATRO: “SÍSIFO” – GREGORIO DUVIVER
A travessia talvez seja a grande protagonista de “Sísifo”. Inspirado no mito grego – do homem que carrega diariamente sua pedra morro acima para vê-la rolar ladeira abaixo e começar tudo de novo –, o texto conecta a mitologia ao caótico mundo hiperconectado e ao Brasil dos memes. Tal panorama aparece em 60 cenas curtas, assinadas por Gregorio Duvivier e Vinícius Calderoni neste trabalho que marca o início da parceria destes dois artistas multifacetados. Após temporadas de sucesso em São Paulo – onde teve lotação esgotada em todas as sessões –, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e por seis cidades em Portugal, a montagem chega a Salvador integrando 21ª Edição do projeto Catálogo Brasileiro de Teatro.
Quanto: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia), das filas A a P | R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia), das filas Q a Z | R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia), das filas Z1 a Z7 | R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), das filas Z8 a Z11
Descontos sobre a inteira: 40% para assinantes A Tarde+ e Clube Correio*, clientes Hammer e Shopping da Bahia
Classificação indicativa: 16 anos

DIA 19, às 20h
MÚSICA: ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA – SÉRIE JORGE AMADO – ABERTURA DA TEMPORADA
A primeira edição da Série Jorge Amado deste ano marca a abertura da Temporada 2020 da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA). Com regência do maestro Carlos Prazeres, o programa destaca a spalla da OSBA, Priscila Plata Rato, que interpretará o “Concerto para violino em Ré maior, Op.35”, do compositor russo Tchaikovsky (1840-1893). Para encerrar a noite, a orquestra apresenta a “Sinfonia Manfredo, Op.58”, também de Tchaikovsky.
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), das filas A a Z11
Classificação indicativa: Livre

DIA 20, às 21h
MÚSICA: FERNANDO ANITELLI – “O TEATRO MÁGICO VOZ E VIOLÃO”
Com mais de dois milhões de álbuns vendidos, além de sete CDs autorais, três DVDs, quatro músicas em trilhas de novelas e um dos maiores projetos da música independente nacional, Anitelli buscou, em 2019, inspiração no cancioneiro popular para nortear o show “Fernando Anitelli apresenta: O Teatro Mágico Voz e Violão”. Tudo teve início no álbum solo de Anitelli (inspirado na leitura do livro “O Lobo da Estepe”, de Herman Hesse) e em apresentações iniciais de voz e violão. A construção do primeiro CD “Entrada para Raros” foi baseada, justamente, nas canções, poesias e batidas que, até então, eram apenas entoadas nos saraus e divulgadas nas redes.
Quanto: 1º lote: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia), das filas A a P | R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia), das filas Q a Z2 | R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia), das filas Z3 a Z11 | 2º lote: R$ 150 (inteira) e R$ 75 (meia), das filas A a P | R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia), das filas Q a Z2 | R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia), das filas Z3 a Z11
Desconto sobre a inteira: 30% para assinantes Clube Correio*; 20% para assinantes A Tarde+
Classificação indicativa: 14 anos

DIA 21, às 16h
TEATRO: BABY SHARK LIVE SHOW
O show do fenômeno Baby Shark é um musical infantil lúdico, interativo e cheio de efeitos, numa viagem ao fundo do mar. O espetáculo traz a história de quando o pequeno tubarão Baby Shark, que dá nome ao show, desaparece. É nesse momento que os amigos Hogi e Pinkfong partem em uma empolgante aventura para tentar encontrá-lo. Enquanto Daddy e Mommy Shark ficam preocupados com o filhote, o público participa das aventuras para resolver esse mistério.
Quanto: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia), das filas A a P | R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia), das filas Q a Z5 | R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia), das filas Z6 a Z11
Desconto sobre a inteira: 40% para assinantes Clube Correio* e A Tarde+
Classificação indicativa: Livre

DIA 27, às 20h
MÚSICA: CÍCERO – “COSMO”
Lançamento de “Cosmo”, quinto álbum do músico e produtor carioca Cícero, após “Cícero & Albatroz” (2017), “A Praia” (2015), “Sábado” (2013) e “Canções de Apartamento” (2011). O disco é uma influência direta da vida em Lisboa, onde o artista morou em 2019. Cícero já havia começado a gravar o álbum quando foi morar na capital portuguesa no início do ano passado, mas, lá chegando, preferiu desacelerar e livrar-se de prazos e metas. O resultado é um disco que reflete o desapego total e uma paz séria, sóbria. A reflexão também passa pelo estado atual do Brasil. O tema da arte face à adversidade remete para a altura da Tropicália contra a ditadura militar.
Quanto: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia), das filas A a P | R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia), das filas Q a Z6 | R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia), das filas Z7 a Z11
Desconto sobre a inteira: 20% para assinantes Clube Correio* e A Tarde+
Classificação indicativa: Livre

DIA 28, às 20h
MÚSICA: ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA – “CINECONCERTO” – EDIÇÃO ESPECIAL OSCAR
Em comemoração ao aniversário de Salvador, a Orquestra Sinfônica da Bahia (osba) promove uma edição especial do “CineConcerto”, com a temática do Oscar e regência de Carlos Prazeres. Esta é a terceira vez consecutiva que a OSBA celebra o aniversário da cidade com o CineConcerto, que é um dos seus grandes projetos, que destaca a relação entre a música sinfônica e o cinema e traz o grande diferencial do maestro, os músicos e as musicistas se fantasiarem, entrando no clima dos personagens dos filmes e oferecendo ao público muitas surpresas durante o espetáculo.
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), das filas A a Z11
Classificação indicativa: Livre

DIA 29, às 11h
TEATRO: DOMINGO NO TCA – “FOI POR ESSE AMOR”
Em março, mês internacionalmente dedicado ao teatro e circo, e também celebrando o aniversário de Salvador, o projeto Domingo no TCA recebe a peça “Foi Por Esse Amor”, protagonizada pelo ator João Guisande, que também assina texto e direção, ao lado do seu pai, Antônio Roque. Tendo o teatro como elo, a montagem traz à tona histórias e memórias da dupla, junto de narrativas sobre o cotidiano soteropolitano, refletindo sobre as relações, especialmente as familiares. A ideia é propor debates sobre amor com humor. O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).
Quanto*: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

  • Vendas somente no dia, a partir de 9h, com acesso imediato do público.
    Classificação indicativa: Livre

CONCHA ACÚSTICA DO TEATRO CASTRO ALVES

DIA 7, às 19h
MÚSICA: SKANK – “30 ANOS”
Após três décadas de estrada, a banda Skank anunciou uma pausa na carreira e realiza a turnê de despedida, “30 Anos”. No repertório, os maiores hits do grupo mineiro, como “Tanto”, “Jackie Tequila” e “É uma partida de futebol”. Algumas canções inéditas serão lançadas durante a turnê.
Quanto: Arquibancada: R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia) | Camarote: R$ 280 (inteira) e R$ 140 (meia)
Desconto sobre a inteira: 20% para assinantes do Clube Correio*
Classificação indicativa: 16 anos

DIA 14, às 18h30
MÚSICA: “CONCHA NEGRA” – ÓPERA DOS TERREIROS – NÚCLEO DE ÓPERA DA BAHIA
ABERTURA: CASALABÊ
Dentro do projeto Concha Negra, o Núcleo de Ópera da Bahia (NOP) apresenta a sua “Ópera dos Terreiros”, com música e libreto de Aldo Brizzi e letras de Jorge Portugal. Com oito personagens principais, além do Coro do NOP, “Ópera dos Terreiros” aborda o amor proibido entre os personagens Nzailu e Dara, uma espécie de “Romeu e Julieta”, na história das pessoas negras que foram escravizadas para construir o Brasil. A relação é complicada desde que os bantos, primeiras populações negras a chegarem ao país, foram destinados ao trabalho pesado nas lavouras de cana-de-açúcar, café e mineração. Também foram os primeiros a montarem as resistências quilombolas. Já os nagôs, chegados depois, sobretudo as mulheres, seguiram para os trabalhos na casa grande e se dedicaram aos serviços domésticos. A abertura da noite ficará com o projeto Casalabê. O Concha Negra é uma iniciativa do Governo da Bahia que se compromete a fomentar a diversidade cultural da Bahia, suas tradições e patrimônios, garantindo o lugar da música afro-baiana na programação mensal da Concha Acústica do Complexo do TCA.
Quanto: Arquibancada: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)
Classificação indicativa: Livre

DIA 28, às 18h30
MÚSICA: “CONCHA NEGRA” – PANTERAS NEGRAS IN CONCERT – PANTERAS NEGRAS
ABERTURA: BANDA DIDÁ; CONVIDADAS: SLAM DAS MINAS
A potência musical das bandas Panteras Negras e Didá, ao lado da força poética do Slam das Minas, destaca o empoderamento feminino em forma de show musical. A banda Panteras Negras é a primeira instrumental da Bahia composta só por mulheres negras, e traz quatro integrantes que agregam diferentes experiências musicais: Dêdê Fatuma (percussão), Line Santana (bateria) e Suyá (guitarra) e Zinha Franco (baixo). A abertura da noite fica com a Banda Didá, que também traz o ineditismo na própria trajetória: é o primeiro grupo percussivo baiano formado e dirigido por mulheres, criado há 25 anos. O tom desta noite segue com as intervenções artísticas e as poesias periféricas do Slam das Minas, primeiro coletivo feminino de batalha de poesias e rap baiano, organizado por Fabiana Lima, Ludmila Singa, Sofia Senne e Tamires Almeida. O Concha Negra é uma iniciativa do Governo da Bahia que se compromete a fomentar a diversidade cultural da Bahia, suas tradições e patrimônios, garantindo o lugar da música afro-baiana na programação mensal da Concha Acústica do Complexo do TCA.
Quanto: Arquibancada: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)
Classificação indicativa: Livre

SALA DO CORO DO TEATRO CASTRO ALVES

DIA 3, às 20h
MÚSICA: JUSSARA SILVEIRA E LUIZ BRASIL – “GANGORRA DE DOIS”
Parceiros profissionais há mais de 20 anos, Jussara Silveira e Luiz Brasil se reencontraram no palco durante o Festival Mário de Andrade, realizado em outubro, em São Paulo. A boa química entre a cantora e o guitarrista fez entrar em ebulição um novo projeto de fusão entre os dois talentos. O show “Gangorra de Dois” faz uma releitura de tantas trilhas a dois, tendo como base o disco “Nobreza”, considerado um marco por se tratar de um dueto, um trabalho construído a quatro mãos. “Nós vamos estrear um show que reúne o melhor do ‘Nobreza’, além de canções que eu e Luiz registramos nos vários álbuns em que ele não só tocou comigo, mas assinou arranjos e produção musical”, explica Jussara.
Quanto: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)
Classificação indicativa: Livre

DIAS 4, 5, 11, 12, 18, 19, 25 e 26 (quintas e sextas), às 20h
TEATRO: 5 SEGUNDOS
Inspirado em um relato real, o espetáculo “5 Segundos” reacende o debate sobre os valores humanos ao retratar o sentimento, as verdades e mentiras da guerra na última batalha entre um soldado alemão e um pracinha da Força Expedicionária Brasileira (FEB). Em território italiano, Rui, praça da FEB, se depara com um soldado alemão em pleno “teatro da guerra”. Esgotados, nem ele, nem mesmo o nazista, dispõem de armas de fogo ou munição, mas carregam consigo o compromisso com ideais que, aos poucos, foram derramados com o sangue inimigo. Em cena, estão Felipe Mago, Felipe Velozo e Marília Carvalho, que também assina a produção. O texto é do professor, historiador e dramaturgo Ricardo Carvalho.
Quanto: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)
Classificação indicativa: Livre

DIAS 6, 7, 8, 13, 14 e 15, às 20h
DANÇA: ME BREGA, BAILE
“Me Brega, Baile” é um mergulho no universo dos bailes de dança de salão. Devaneios e ambições de cinco bailarinos viados instauram a construção de uma atmosfera bem romântica – e brega! Entre valsas, forrós e vale a pena ver de novo, uma grande celebração à diversidade em forma de baile-espetáculo. O coletivo compreende a dança de salão nos corpos de seus intérpretes-criadores: corpos viados, afeminados, fechativos, brutos e mais um bocado de coisa. Este coletivo é composto por Alisson George, Guilherme Fraga, Jônatas Raine, Leandro Oliveira, Marcelo Galvão e Ruan Wills.
Quanto: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)
Classificação indicativa: Livre

DIA 17, às 20h
MÚSICA: NASCENTE
Informações a divulgar.

DIAS 20, 21 e 22, horário a confirmar
TEATRO: SOMOS FEITOS DE SONHOS E HISTÓRIAS
Informações a divulgar.

DIAS 28 e 29, horário a confirmar
DANÇA: ÀS VEZ NENHÉ, MAS É
Informações a divulgar.

DIA 31, às 20h
MÚSICA: LEO CAVALCANTI E LETIERES LEITE
Informações a divulgar.

FOYER DO TEATRO CASTRO ALVES

DIAS 4, 11, 18 e 25, às 8h30
CAFÉ COM AS CAMERATAS
O projeto “Café com as Cameratas”, da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), acontece nas manhãs de quarta-feira, realizando ensaios abertos interativos, acompanhados de café, histórias, curiosidades, para estreitar ainda mais a relação dos grupos de música de câmara com o público.
Quanto: Gratuito
Classificação indicativa: Livre

BALÉ TEATRO CASTRO ALVES (BTCA)

AULAS PÚBLICAS
Local: Sala de Ensaio do Piso C, Ala A do TCA
Para profissionais da dança: nível intermediário/avançado. Aberto a ouvintes.
Pilates: 9, 16, 23 e 30 de março, 13h15 às 14h30 (5 vagas)
Balé Clássico: 10, 12, 17, 19, 24, 26 e 31 de março, 13h15 às 14h30 (7 vagas)
Dança contemporânea: 11, 18 e 25 de março, 13h15 às 14h30 (5 vagas)
Danças afro-brasileiras: 13, 20 e 27 de março, 13h15 às 14h30 (10 vagas)
Quanto: Gratuito

ENSAIO ABERTO
“A história do soldado”
Quando: 20 e 24 de março, 17h
Local: Sala de Ensaio do Piso C, Ala A do TCA
Quanto: Gratuito

ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA (OSBA)

OSBA EM OUTROS PALCOS
DIA 8, às 19h
SÉRIE MANUEL INÁCIO DA COSTA
No Dia Internacional das Mulheres, a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) recebe a soprano brasileira Carla Cottini como solista convidada do primeiro concerto da Série Manuel Inácio da Costa da Temporada 2020. O concerto traz um programa com obras dos seguintes compositores: W. A. Mozart (1756-1791), G. Puccini (1858-1924), C. W. Gluck (1714-1787), V. Bellini (1801-1835) e G. F. Händel (1685-1759).
Onde: Igreja de São Francisco (Pelourinho)
Quanto: Gratuito

ENSAIOS ABERTOS
DIAS 5, 6, 10, 12, 18 e 19, às 10h
Onde: Sala de Ensaio da OSBA, Piso C do TCA
Quanto: Gratuito (sujeito à lotação do espaço e a chegada antes do início da atividade)

CAMERATAS DA OSBA – APRESENTAÇÕES GRATUITAS
CAMERATA OPUS LUMEN
Apresentações
16/3, 15h: CAPS II Professor Adilson Peixoto Sampaio (Caminho de Areia)
20/3, 15h: Hospital Roberto Santos (Saboeiro)
Ensaios abertos
11/3, 8h30: Foyer do Teatro Castro Alves (Projeto “Café com as Cameratas”)
18/3, 8h30: Sala de Naipe, Piso B do Teatro Castro Alves

CAMERATA BAHIA CORDAS
Apresentações
3/3, 16h30: Museu Geológico da Bahia (Projeto “Terças Musicais”)
Data a confirmar, 15h: Corra pro Abraço (Nazaré)
Ensaios abertos
3/3, 8h30: Sala de Naipe, Piso B do Teatro Castro Alves
25/3, 8h30: Foyer do Teatro Castro Alves (Projeto “Café com as Cameratas”)

CAMERATA QUADRO SOLAR
Apresentações
16/3, 15h: Lar para Idoso Amor e Vida (Acupe de Brotas)
18/3, 15h: Centro Social Urbano (CSU) (Nordeste de Amaralina)
Ensaios abertos
11/3, 14h: Sala de Naipe, Piso B do Teatro Castro Alves
18/3, 8h30: Foyer do Teatro Castro Alves (Projeto “Café com as Cameratas”)

CAMERATA QUARTETO NOVO
Apresentações
5/3, 15h: Escola Elizer Audíface (Luiz Anselmo)
12/3, 16h: Biblioteca Central do Estado da Bahia (Barris)
Ensaios abertos
4/3, 8h30: Foyer do Teatro Castro Alves (Projeto “Café com as Cameratas”)
12/3, 14h: Sala de Naipe, Piso B do Teatro Castro Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *